Hoje é dia de irmos a Guimarães para enfrentar o Vitória local para mais uma jornada da Liga NOS onde perder pontos nem sequer é hipótese. 
Já nos encontrámos esta época e salvo algumas mudanças pontuais o Vitória de Pedro Martins continua a apresentar-se da mesma forma, ou num 1-4-3-3 com um elemento do meio campo mais defensivo ou num 1-4-2-3-1 com dois elementos como pivots.
Defensivamen Pedro Martins começa a pressionar num 1-4-4-2, normalmente na segunda fase de construção do adversário, apresentando um bloco com uma linha média baixa.
Ofensivamente, nos vitorianos, existem jogadores que se destacam pela capacidade de drible e de imprevisibilidade dada a sua velocidade como são os casos de Heldon que tem aparecido em granda forma e Raphinha que aparece muito em zonas de finalização. Os passes em rutura para estes dois velocistas é muito comum ao longo do jogo.
Acreditando que Pedro Martins quererá um meio campo mais povoado é de crer que vá utilizar João Miguel Silva na baliza, na lateral direita Victor García, a centrais Marcos Valente, que passou pela formação do Benfica e Jubal com Konan, um lateral ofensivo e seguro a defenda a aparecer do lado esquerdo.
Os dois elementos do meio campo deverão ser Rafael Miranda e Wakaso.
O quarteto da frente será composto por Héldon à direita, Raphinha à esquerda e Tallo nas costas do avançado Rafael Martins que se destaca pela sua presença física.
Esperemos que hoje seja o dia que esperamos à algum tempo, vitória convincente para embalarmos para o título!