Análise, Fejsa

O que é que se passa contigo Fejsa?

Fejsa

Ljubomir Fejsa é o jogador com maior influência em mais momentos de jogo do Sport Lisboa e Benfica.
Se Jonas poderá ser considerado o mais influente pela influência que tem a nível atacante, Fejsa acaba por ser influente em todos os momentos de jogo.
A realidade é que a equipa está muito melhor quando Fejsa está bem, e ressente-se quando o decacampeão está ausente ou em pior forma.
O jogo contra o Feirense é um espelho disso mesmo. Quando o sérvio estava bem, o Benfica conseguia ter maior preponderância ofensiva; quando errava, surgia quase invariavelmente uma jogada de perigo do Feirense.
A questão que colocamos é, o que é que se passa contigo Fejsa? Já em jogos anteriores o trinco tem perdido bolas por excesso de confiança ou por simplesmente não mostrar o empenho que estamos habituados a que mostre. Contra o Feirense passou-se o mesmo e será importante Rui Vitória perceber o porquê, e tratar de solucionar esses pontos o quanto antes. Fejsa é demasiado importante para que não tenha o rendimento durante todo o jogo que necessitamos que tenha.
Esperamos que o problema de Fejsa seja apenas o de não saber como é que se diz “11 vezes campeão” em português, mas para isso estamos cá nós. Hendecacampeão Fejsa, serás hendecacampeão!

 

Na primeira jogada, dizemos que Fejsa devia fazer falta. Porquê, quando parece ter o opositor controlado e o está a “encaminhar” para a zona lateral?

 
 
 

4 Comments

  1. João Santos

    Se calhar foi uma questão física… Poderá ter alguma mazela que o esteja a limitar mas tem que jogar sempre, desde que se consiga mexer.

  2. JMJ

    Se calhar a perda de bolas está relacionada com a necessidade de participar mais na construção de jogo, visto que não tem Pizzi a seu lado.

  3. Não me parece uma questão física nem relacionada com um papel mais ativo na construção. Parece-me apenas uma questão de concentração. Caso assim não fosse, não teria lances em que está muito bem como é habitual, e outros em que é claramente excesso de confiança. É estar atento porque, tal como disse no artigo, é muito importante termos um Fejsa a 100%.

  4. Fernando Aguiar

    Fejsa não precisa de participar mais na construção porque o Augusto o tem feito mais atrás do que o Pizzi costuma fazer. Se alguma coisa o Fejsa tem participado menos na construção.
    Eu aposto num misto de concentração e limitação física. Não esquecer que Fejsa é daqueles que tem de jogar **sempre**. Eu bem dizia que com o Feirense o Augusto devia ter feito de Fejsa…

Deixar uma resposta

Theme by Anders Norén

%d bloggers like this: