Rui Vitória é um treinador que não gosta de inventar. Adicionando a isto o facto de estarmos a passar por uma fase delicada, parece-nos que optará por fazer alinhar em Basileia o mesmo 11 que começou o jogo contra o Paços de Ferreira no último sábado.  “Em equipa que ganha não se mexe” é uma das máximas dos treinadores conservadores, e Rui Vitória é por natureza um conservador.
2ª Jornada Champions - 11 inicial.png
Face aos últimos acontecimentos, seriam poucas as alterações que Rui Vitória poderia fazer para este jogo:

  • Sálvio por Cervi ou Zivkovic: seria um passo atrás no processo evolutivo da equipa; mais facilmente se compreenderia a entrada de Rafa do que do argentino. Agora que a equipa melhorou com mais cérebros em campo, tornar a meter Sálvio lá para dentro não seria a melhor das opções.
  • Raúl por Seferovic: esta troca fará sentido no âmbito da gestão do plantel/forma dos jogadores; face ao momento delicado que vivemos, acreditamos que não deverá acontecer (se Raúl tem marcado contra o Paços a troca seria muito provável – pelo que Rui Vitória costuma fazer na gestão do momentum dos jogadores).

Qualquer outra troca (que não forçada) seria incompreensível.

E vocês? Que 11 fariam alinhar de início?