Desde a sua chegada que Rui Vitória não tem em mim um dos seus maiores fãs. Claro que RV tem muitos méritos, entre os quais destaco a capacidade de colocar todos dentro do barco e a remar para o mesmo lado, no entanto, para mim, o principal problema de Rui Vitória mantém-se desde que chegou: a incapacidade de perceber o talento. Época após época, começa por escolher jogadores que não têm tanta qualidade quanto aqueles que deixa de fora.

Na época passada, começámos por jogar com Lisandro, Samaris, Felipe Augusto, entre outros, quando tinhamos Rúben Dias, Krovinovic, Zivkovic e Rafa no banco ou na bancada…

Este ano, quando se pensava que por exemplo Zivkovic e Rafa continuariam a assumir a titularidade, eis que são novamente relegados para o banco em detrimento de Gedson e Sálvio ou Cervi.

Não me interpretem mal, mas Gedson ser neste momento titular na equipa do Benfica é tudo menos um bom indicador. Claro que Gedson tem potencial e não faltará muito para que possa assumir a titularidade, mas para já, ainda não.

Mais uma vez, a incapacidade de perceber o talento continua a adiar para outras fases da época as boas exibições do Sport Lisboa e Benfica.

Imaginar que seria possível começar o campeonato com Fejsa, Zivkovic, Félix, Rafa, Jonas e Ferreyra e saber que o vamos começar com Fejsa, Pizzi, Gedson, Cervi, Sálvio e Ferreyra, deixa-me absolutamente de rastos…

Vamos a ver senão acontece como noutras épocas de Rui Vitória em que as primeiras jornadas servem sobretudo para que os rivais possam ganhar vantagem para depois andarmos nós a correr atrás do prejuízo…