Os responsáveis pelo nosso clube acharam por bem, mais uma vez andar a passear pelo mundo inteiro, algo que na minha opinião, não é a melhor opção para aquilo que se pretende de uma fase de preparação: estabilidade, criação de ligações entre e intra sectores.

Se Rui Vitória concorda com isto? Não faço ideia, mas é conivente com tudo isto. Ora em vez de estarmos num “quartel general” fixo andamos já, e em pouco mais de um mês por: Estádio da Luz, Troia, Inglaterra, Suíça, Estados Unidos e Algarve. Alguém pensa na estabilidade para a equipa e para trabalhar a equipa? Ou só se anda a pensar no Benfica Empresa? Ao menos que o dinheiro que se ganha nesses “passeios” pelo mundo inteiro servissem para que pudéssemos segurar os melhores e contratar peças fulcrais para a equipa.

Quanto aos jogos já realizados, aquilo que se concluí é que pouco ou nada mudou desde aquele final trágico da época passada. A equipa parece desconectada e nem a irreverência de Gedson serve para disfarçar as lacunas que vamos demonstrando.

Há várias situações que já deveriam ter sido resolvidas, guarda-redes titularíssimo, lateral direito titularíssimo, médio titularíssimo, situação dos 6!! centrais, Samaris fica ou sai? Varela idem idem, Sálvio renova e fica ou sai? Jonas o nosso melhor jogador dos últimos 3 campeonatos é “despachado” para a Arábia, porquê? Seferovic conta ou é para vender?

Amigos desculpem, mas este foi um planeamento à amador, mais uma vez. A menos de uma semana da primeira competição oficial ainda falta definir quase tudo… andamos a brincar com o fogo e arriscamo-nos a ver os milhões da Champions voarem para outros lados.

Acorda Benfica!!