Caixa Futebol Campus, Jovem Promessa

Será por isto que querem acabar com as equipas B?

Nesta última sexta feira a seleção portuguesa de sub 21 entrou em campo, frente ao Liechtenstein, com sete jogadores pertencentes aos quadros do Benfica (Ferro, Yuri, Pedro Rodrigues, João Carvalho, João Félix, Heriberto e Diogo Gonçalves) e outros dois no banco de suplentes (André Ferreira e André Horta).

Esta é uma prova brutal da força da nossa formação atualmente e cada vez será mais assim.

Tudo começou há uns anos atrás quando as convocatórias das seleções mais jovens começaram a dominar os jogadores do Benfica. Hoje a coluna vertebral dos sub’21 é essencialmente benfiquista.

Por isso mesmo, espero bem que os responsáveis do Benfica tenham perfeita noção daquilo que deve ser o nosso caminho. Um campeonato nacional de Sub 23 nunca teria a competitividade necessária para a evolução dos nossos jogadores. Ao fim de contas seria mais um escalão de formação e não uma ponte entre a formação e a equipa A, como é o modelo atual. Também temos noção que a equipa B é uma solução que financeiramente é muito mais cara do que seria uma equipa de Sub 23.

O nosso modelo está a dar frutos, se aos nossos rivais não está acontecer o mesmo o problema não é nosso, por isso mesmo é que o caminho deve ser o mesmo.

O senhor Pedro Mil-Homens, responsável máximo da nossa formação atualmente, é um profissional que tem muita noção desta problemática, ele próprio escreveu, há uns anos atrás, um conjunto de artigos para o jornal A Bola que retratava a importância da equipa B.

Com tudo isto, faço votos que o Benfica no momento de escolher tenha noção do que é o melhor para o desenvolvimento do jogador à Benfica.

Deixo-vos aqui o vídeo dos sete golos dos sub’21, todos eles com contribuição benfiquista.

2 Comments

  1. Edson Arantes do Nascimento

    Não se percebe o que esta gente quer e também me parece que os clubes pequenos andam a fazer força para encerrar as equipas B – são muitos pontos roubados e muitos jogos de dificuldade elevada para quem pretende encher os bolsos na primeira divisão. O Benfica que se levante e mande estas ideias para as urtigas, não quero ver o clube a participar nesta fantochada competitiva que serão os sub-23. Mesmo a análise financeira da participação na segunda divisão deve ser feita numa perspectiva global e não apenas naquela competição. Se assim for, julgo que o balanço é claramente positivo.

  2. Fernando Aguiar

    «também me parece que os clubes pequenos andam a fazer força para encerrar as equipas B» É isto Pelé, isto. O sururu formado é pelos clubes “pequenos” que em vez de se quererem agigantar preferem ficar pequeninos.

    isto sem contar com o facto de os Bs dos grandes trazerem também adeptos. E direitos televisivos que seriam inexistentes não fossem os clubes e as suas TVs.

    Acho que é mau para o futebol português em geral, e mesmo os clubes que o pedem sofrerão a médio longo prazo. Espero que o Benfica não alinhe na palhaçada. Percebo que a auto-intitulada “melhor formação do mundo” queira continuar a ser formação e não evolução. Não o aceito do meu clube.

Deixar uma resposta

Theme by Anders Norén

%d bloggers like this: