Análise, Rafa, Vídeo

Rafa – análise em vídeo de uma mini-exibição quase perfeita

Sempre temos defendido por aqui a qualidade de Rafa e o subaproveitamento que o jogador está a ter. Apesar de ter sido dos que mais vezes foi eleito “melhor em campo” o ano passado, tal parece que não é suficiente para os adeptos. Nem para estes, nem para Rui Vitória.
Depois de já termos feito um artigo sobre o bom jogo que Zivkovic fez antes de ficar arredado das escolhas da equipa durante quase 2 meses, desta vez parece que calhou a fava a Rafa.
Analisámos a performance de 20 minutos que Rafa teve frente ao Sporting, a perder 1-0 e onde por isso, seria muito mais provável que a sua qualidade não conseguisse vir ao de cima. No entanto, Rafa conseguiu mexer com o jogo e jogar o futebol que os seus colegas pretendiam – atitude a defender, bola no pé, triangulações e acima de tudo muito critério e cérebro em todas as ações.
Podíamos ter analisado este ou outro jogo, Rafa pensa sempre bem o jogo. O que muitos adeptos não conseguem perceber é que há aspetos técnicos que a confiança ou falta dela desempenham um papel fundamental. A finalização é o maior de todos eles – tal como Ronaldo ilustrou muito bem com o exemplo do ketchup. Um jogador que está com a moral absolutamente de rastos e não sente o apoio da equipa técnica dificilmente conseguirá dar a volta sozinho; principalmente se já o fez o ano passado e parece que de nada adiantou. Contra o SCP, Rafa torna a entrar uns minutos e consegue fazer uma exibição muito próxima da perfeição que quase permite à equipa virar o resultado de 0-1 para 2-1. Consequência deste jogo, logo no jogo seguinte fica de fora. Não vá a moral começar a subir demais e depois Rui Vitória tenha que o colocar a titular no lugar de Sálvio…
Fizemos a análise em vídeo da performance de Rafa e gostávamos que nos ajudassem a perceber em que é que a nossa análise estará errada, porque se por ventura estivéssemos ligeiramente certos, Rafa teria jogado pelo menos uns minutos em Moreira de Cónegos ou para compensar seria titular em Braga – jogo mais importante do ano – facto que sabemos que obviamente não acontecerá.

 

O que acham da exibição de Rafa?

10 Comments

  1. Sempre quis mais que tudo que Rafa vingá-se. Gosto do jogador, acho que tem tudo para ser o melhor desde João Pinto no Benfica, no entanto chegou-me aos ouvidos que Rafa não é uma pessoa responsável. Não quer dizer que não treine ou que não se aplique, mas pelos vistos chega sistematicamente atrasado aos treinos. Acaba por ser falta de brio profissional e pelos vistos é constante.

  2. cobra2

    Rafa, Zivkovic e André Horta são jogadores que para além de qualidade técnica, tomam por norma boas decisões em função do que o jogo pede. Não estou nos treinos, logo não sei com certeza, mas será que estes 3 não treinam bem para não jogar? Sinceramente não me parece que seja esse o caso, mas sim uma preferência do treinador por determinado perfil de jogador, em que o Salvio é o ideal (poderio físico e finalização) para o RV.

  3. Fernando Aguiar

    «Não vá a moral começar a subir demais e depois Rui Vitória tenha que o colocar a titular no lugar de Sálvio…» – É por aqui. Para ele e para Ziv.
    Nisso do chega aos ouvidos era interessante perceber como chega aos ouvidos. A verdade é que desta administração há por aí muita coisa plantada com o efeito de esconder borradas feitas. RV tem fama de ser um grande motivador, aliás sê-lo-á melhor do que treinador mesmo, no entanto não consegue motivar e responsabilizar o talento da equipa? Se calhar tem de se rever é a questão de se será a pessoa certa para o lugar certo…

  4. Fernando, alguém me o disse e ouvi-o novamente no ultimo podcast do Benfica FM, que garantidamente nada tem a ver com “algo plantado pela direcção”.

  5. E claro que concordo que o Fezadas, não é a pessoa certa no lugar certo (se lesses o meu blog saberias COF COF).

  6. Tiago Marques

    O RV sempre teve problemas a gerir egos no balneário. As primeiras épocas teve a “sorte” de ter muitas lesões. O Lindlof só começou a jogar depois de lesões de Jardel, Luisão e Lisandro, e ainda meteu o Samaris a central primeiro. O Nelson Semedo não fez um jogo na primeira pré-época.
    Este ano notasse a dificuldade que ele tem a gerir estatutos que alguns jogadores tem no balneário.

  7. Fernando Aguiar

    Só chamei à atenção. Há muita informação que passa para fora do clube que acaba por ser plantada e nem sempre encontra correspondência na realidade. Lembro que a dada altura circulava a notícia de que Samaris estava a forçar a saída, no entanto parece que o Luisão era mais dado a isso com a idade do Samaris…
    O Nélson Semedo não só fez mais do que um jogo (Supertaça ou aquele jogo com o Estoril em que faz um golo anti-RV) como só por lesão saiu. Aliás esteve só em três vitórias na Champions (Astana, Atlético e Zenit fora). Depois da lesão custou a entrar mas mesmo assim ainda joga o suficiente para que não se digam barbaridades como “não jogou”. Se quisermos dizer que se o Maxi não sai ele não entra isso é outra conversa…

  8. Tiago Marques

    FA, falei na pré-época, não na época. Entretanto fui confirmar, e jogou 1 jogo da pré-época nos USA contra os NY, e 20min da Eusébio Cup. Mas durante grande parte da pré-época não foi aposta regular. E para não falar da trapalhada que aconteceu quando se lesionou e entrou o Cléssio

  9. Fernando Aguiar

    Ups, my bad! Clésio = jogo com o Arouca em Aveiro, certo?

Deixar uma resposta

Theme by Anders Norén

%d bloggers like this: