Detesto estes jogos… os jogadores ou ainda têm a cabeça nas seleções ou os que ficaram estão em modo “férias”… depois vem logo um jogo a eliminar, contra uma equipa teoricamente mais fraca e que apesar de há já vários anos não conseguir resultados globais de realce, ainda o ano passado nos tirou 5 pontos em 6 possíveis. Para juntar à festa, 4ªFeira temos jogo na Champions onde qualquer resultado que não a vitória implica automaticamente acabar em último no grupo. O que é que pode acontecer? Relaxamento no sábado pois a cabeça salta diretamente do modo “seleção” ou “férias” para o modo “Champions” e somos eliminados pelo Vitória de Setúbal em casa na 4ª eliminatória da Taça de Portugal.
Claro que Rui Vitória e a sua equipa sabem isto muito melhor do que qualquer um de nós e de certeza que estão a ser tomadas providências para impedir que ocorra “taça” no Estádio da Luz. São nestes momentos que parece haver maior facilitismo que as surpresas mais desagradáveis acontecem e o Benfica não está em condições de ter mais surpresas desagradáveis nesta altura da época. Entrar com tudo e jogar os 90 minutos com a consciência de que qualquer passo em falso nos exclui automaticamente da possibilidade de conquistarmos esse troféu. Sublinhar que estamos muito mais fora da Champions do que da Taça de Portugal…
O único ponto positivo no meio de tudo isto é o facto de sermos o último dos 3 grandes a jogar e de certeza que poderemos aprender com os erros dos outros… assim o esperamos.
Taça de Portugal - 4ªEliminatória.png

Conseguiremos ultrapassar esta eliminatória com resultado e exibição à altura das nossas expetativas?