Depois de um jogo na Luz onde o Manchester pouco incomodou o Benfica, apesar da sua larga percentagem de posse de bola, nunca se traduziu em muitas oportunidades para a equipa de José Mourinho. Por outro lado, também a nível defensivo, não foram postos à prova porque ofensivamente o Benfica pouco ou nada criou.
Contudo no jogo de hoje e dada a pontuação que apresenta (9 pontos em 3 jogos) e o jogo duro da última jornada da Premier League frente ao Tottenham, é provável que José Mourinho faça alinhar alguns jogadores que não têm tido minutos.
Luke Shaw, Ashley Young, Lingard, Martial ou Darmian são nomes que hoje podem aparecer no onze inicial dos Red Devils.
Aqui podemos encontrar um pouco daquilo que vamos encontrar logo à noite. Uma equipa organizada a defender e tentar aproveitar espaços para que haja ataques rápidos e contra ataques concretizados pelos jogadores rapidíssimos da frente de ataque do United.
A criação ficará sempre a cargo de Mata e Mkhitaryan, jogadores com que Mourinho irá sempre contar mesmo que promova a rotação.
Hoje a pressão não pode ser nossa, temos de jogar leves de qualquer objetivo, só assim poderemos lutar pelos pontos que precisamos.