Único posto na defesa que se mantém como o ano passado. Grimaldo tem qualidade a rodos e lesões em igual proporção. Eliseu não tem nada a rodos e cumpre sem deslumbrar. Hermes deverá ser emprestado ou jogar pela B (assim o esperamos para que possa evoluir).
Defensivamente as diferenças entre Grimaldo e Eliseu, apesar de existirem, não são significativas pois a experiência de Eliseu permite ocultar algumas dificuldades que apresenta. A diferença dá-se na 1ª fase de organização ofensiva onde Grimaldo é um dos pilares do Benfica, pois de todos os elementos da defesa atual do Benfica é o que tem mais qualidade com os pés e uma inteligência a acompanhar. Enquanto que Eliseu, com receio de errar, manda bater na frente, Grimaldo sobe ou desce consoante o que o colega de equipa necessita face ao que o adversário está a fazer. Chama-se capacidade de leitura de jogo. Muita da estabilidade da defesa nessa fase passará pois pela presença ou não de Grimaldo no 11. A presença de Grimaldo no 11 passará muito por ter ou não ter lesões. E são estas que têm impedido um maior crescimento do espanhol e a sua transferência para o estrangeiro por valores bastante consideráveis. Que se mantenha cá por muitos anos, mas sem lesões!

NOTA FINAL (0-10): 7 (nota 7 em 2016/2017)